segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

COMPARTILHANDO O RIO COM A FAMÍLIA

Passada a festa do niver de Celso, temos ainda algumas horas juntos.  Café no hotel...
... com a presença de Joana...
... filha de Mário, além de André e Gui. Mário é cunhado de André e mora aqui no Rio. 
O hotel vai pegar fogo.

Por volta das 11 começam as despedidas de Bia e família.
Ninguém quer ir pra SP.
Surpreendi minha esposa com um buquê de flores, diante de todos, na portaria do hotel. Tirada a foto devolvi para o porteiro. Algum hóspede está esperando isso.
O calor estava insuportável. Com André e Gui ficamos sem muita opção. Um passeio de carro pela Barra da Tijuca, aproveitando o ar condicionado do carro
Praia de Botafogo...
Lagoa Rodrigo de Freitas...
Nem devia publicar uma coisa dessas.
Você consegue se imaginar morando aqui?
Com carro passando dia e noite debaixo de sua cama.
Não há outro programa no Rio, nessa época, fora de ar condicionado. Fomos para o Barra Shopping. Olha o tamanho dessa coincidência: quando fomos no banheiro encontramos Patrícia e Rafael. A possibilidade disso voltar a acontecer é a mesma de alguém ganhar na mega sena. Pat é sobrinha  querida de Mirian e  eles moram aqui no Rio
Ainda cedo fomos para o restaurante. Fazer o quê?
Gui está apagado desde que chegamos.
Mas depois do almoço queimou todas as reservas de energia. Foi fazer arvorismo.
Recebendo apoio do instrutor.
Pela sua idade não pode fazer o circuito mais arriscado.
Hora de ir pra casa, Olha essa cena nesse salão de espera dos maridos. Elas vão torrar o dinheiro e eles docilmente ficam aguardando aqui.
A beleza natural do Rio realmente é inigualável. Pra qualquer lado que se olha tem algo bonito pra se admirar.
Como pode ter sido dado autorização para essas construções aqui nessa reservas? 
André, de carona, tirou essas fotos em sua câmera.
 Favela da Rocinha.
E também esta.
Agora voltamos pra minha câmera.
Mas o pique é grande. Aqui ninguém se cansa. Deixamos o carro na casa de Mário e fomos dar mais um giro, agora com o calor mais ameno. Parque Laje era o nosso destino.
Eu conheço essa logo, não sei de onde.
Uma ação cultural aqui.
Ao cair da noite, nos cedemos ao cansaço. Viemos dormir na Urca. Olha a tempestade que acaba de cair aqui, nessa terça ! A outra rua está interditada.

Estamos esperando a amiga Nina resolver algumas pendências para retornarmos pra Beli.


VAMOS AJUDAR GABRIEL A IR COMPETIR NA TAILÂNDIA ?

Apresentamos o garoto na matéria anterior. Veja como você pode ajudá-lo.



http://www.kickante.com.br/campanhas/da-comunidade-ao-mundial-de-muay-thai-0