terça-feira, 29 de setembro de 2015

OLHA ONDE FOMOS ALMOÇAR!!!

Falamos na matéria anterio do arrastão que fecha o carnaval de Salvador, na quarta-feira de cinzas, sob o comando de Carlinhos Brown.

Depois disso uma grande feijoada, para mais de 600 pessoas, é servida, de graça,  no Candyall Guetho Square. Vamos lá ver como é isso ?  Passando por becos apertados a gente chega lá.
Por enquanto só uma olhadinha nesse prédio. Depois a gente fala.
Fomos Mirian, eu e o amigo Luiz Carlos.
É aqui que a tal feijoada acontece.
E a cozinheira é a simpática D. Madalena, mãe de Carlinhos Brown.
Na boa conversa que tivemos com ela deu pra ver de onde vem a simplicidade e bondade de Brown.

Na cozinha ela é ajudada por uma das filhas e conversamos com a outra filha, Rose, também super simpática. Ela falou da religiosidade da mãe e seu compromisso de rezas a Santo Antônio, em todas as casas do bairro, no mês de junho. Aqui nesse espaço a reza acontece dias 11, 12 e 13 desse mês.

Aqui na Bahia as práticas católicas para muita gente acontece misturada com ritos do candomblé. Com essa família não é muito diferente. Ogum aqui é associado a Antônio, o santo católico. No Rio de Janeiro Ogum já é associado a São Jorge. Eu fico com meus ritos cristãos protestantes, mas respeito as religiões de  matriz africana, quando vejo bondade e sinceridade naqueles que a praticam.
Mas a gente não veio aqui só pra falar e conhecer gente boa. Aqui funciona um ótimo restaurante. Uma casquinha de siri de entrada, sem dendê, e com aquela boa pimenta, que só a baiana sabe preparar.
Como pratos principais ensopado de siri mole, a minha preferida...
... e ensopado de camarão. Se pedir moqueca, ai vem com dendê,
Nessa área do restaurante aconteciam os shows, que atraiam muitos turistas. A questão de som alto com muitas casas próximas levou à suspensão desses eventos.

Aqui é o estúdio de Carlinhos e seus músicos.
Carlinhos Brown, além de tudo, é super simpático. Já o tietei uma vez, quando ainda não tinha o blog. Essa segunda, no Aeroporto de Miami, está aí registrada.

Burica é o fiel escudeiro, que cuida de tudo por aqui. É artista também.
Luiz está vendo o que estava sobre a estante de pautas.
A letra do que  eles estiveram ensaiando da última vez.
Nas paredes as guitarras e violas que Brown usou ao longo do tempo.
Nem sei o que foi melhor aqui: a deliciosa comida preparada por D. Madalena e filha, ou o longo papo que tivemos com ela.

Mulher de muita fibra, mãe de 11 filhos, 7 deles vivos, falou das grandes dificuldades que teve para criar essa prole. Viram de tudo,  até dificuldade de alimentar tantas bocas.

Carlinhos, o mais velho, já antes dos 13 anos ia para a região do Iguatemi para carregar embrulhos para as pessoas, ou na rodoviária, que fica defronte, para carregar malas, como forma de ganhar dinheiro para ajudar a família.  

D. Madalena conseguiu um emprego de serviços gerais numa construtora, o que deu um pequeno alívio no orçamento. Paralelamente Carlinhos Brown começou a lavar carros no  polo industrial de Salvador, depois passou a fazer limpeza nos ferries boats, na antiga operadora do sistema.

Conseguiu um emprego simples, de faxina, no Banco do Nordeste. Foi quando decidiu se dedicar a área artística. Ela não tem qualquer constrangimento em falar disso. Ao contrário, lamenta as pessoas que se entregam diante das dificuldades, optando pela sobrevivência a partir de favores de terceiros ou do poder público. 

Criou todos os filhos com rigor em termos de honestidade e sempre procurou afastá-los dos vícios. 

Mas tínhamos mais coisas interessantes para ver.
Veja o padrão dessas casas! Observe a padronização no acabamento delas.
Está aí a explicação. Mais um projeto de Brown.
Agora vamos conhecer o PRACATUM. Veja do que se trata:

A Associação Pracatum Ação Social – APAS, fundada em 1994,  é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que realiza programas educacionais, culturais e de desenvolvimento comunitário no Candeal Pequeno de Brotas, em Salvador, Bahia. A Pracatum surge da necessidade da comunidade de se profissionalizar e buscar alternativas para melhorar a qualidade de vida e da inquietação de Carlinhos Brown, que identificando o potencial dos moradores, propõe, através da música, resgatar a herança cultural do Candeal e aproveitar elementos da realidade local para promover a transformação sócio-econômica.

Atualmente, as atividades realizadas pela Pracatum estão divididas em dois programas principais: Tá Rebocado - Programa de Desenvolvimento Comunitário e Pracatum – Programa de música, educação e cultura. A partir desses dois eixos, uma série de projetos são desenvolvidos sem perder de vista as questões que envolvem a comunidade do Candeal e os muitos ritmos que emanam desse lugar.

http://www.pracatum.org.br
Luiz Carlos aproveitou para conversar com Marilda sobre a possibilidade de trazer aqui adolescentes que participam de um programa  ligado à Igreja Católica da Pituba, do qual ele é um dos coordenadores, que busca tirar aqueles que estão na rua, em condição de risco social.
Tem mais.  Aqui aulas de inglês para a garotada.
Gabriela, Anna Paola e Alana estão à frente desse projeto, com apoio dos parceiros citados acima.
Mas ainda não acabou o estoque de gente maravilhosa nesses nossos contatos de hoje. Essa "menina" é Ruth Buarque,  uma baita profissional, Diretora de Desenvolvimento Social do PRACATUM.  Ela tem luz própria, trabalhou com D. Ruth Cardoso em Brasília e dispensa os holofotes de sua mãe,  Anna Maria Buarque de Hollanda, ex-ministra da Cultura do Governo Dilma, e de seu  tio Chico Buarque de Hollanda. Lembramos que Chico é avô de 4 filhos e Carlinhos Brown.
Luiz, Mirian e eu fomos muito bem alimentados hoje. Na estômago e na alma.

VAMOS DAR UMA PASSADINHA NO CENTRO HISTÓRICO?

No retorno da cidade baixa, decidimos retornar pelo Centro Histórico. Subimos a Ladeira da Água Brusca para sair no Santo Antônio Além do Carmo.
Na minha época do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, eu identificaria melhor muitos desses imóveis. Hoje, muito pouco. Vocês terão de se contentar com as fotos, que são lindas. 
Essa é a Igreja de Santo Antônio Além do Carmo.
Com direito a essa vista para a Baía de Todos os Santos.
Vamos entrar aqui. A boa manutenção dos imóveis tem explicação. Essa área passou a ser muito cobiçada por gringos, que compram e restauram, para moradia ou pousada.
A região se tornou um reduto de intelectuais, artistas plásticos, escritores, arquitetos, produtores, músicos...
Tem uma máxima que Salvador tem 365 igrejas católicas, uma para cada dia do ano. É lenda.

No site do iBahia a gente lê isso: "O marchand, fotógrafo e colecionador de arte francês Dimitri Ganzelevitch é morador do Santo Antônio desde 1975. Nestes quase 40 anos acompanhou de perto a evolução do bairro. "Quando eu cheguei aqui as casas estavam à venda e ninguém queria comprar. Não havia especulação, porque antigamente ninguém queria morar aqui. E hoje é um dos bairros mais cobiçados da capital". 
Conheça isso aqui:
O Pestana Convento do Carmo está localizado no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, centro Histórico da cidade de Salvador, classificado pela UNESCO como Património Mundial.O Convento, inicialmente construído em 1586 pela Ordem Primeira dos Freis Carmelitas foi, ao longo dos séculos, palco de grandes acontecimentos da história do Brasil.E hoje, após uma cuidadosa e detalhada restauração, se tornou o primeiro hotel histórico de luxo no Brasil.A arquitetura marcante do Convento, combinada com o mobiliário e obras de arte, compõem uma atmosfera de charme e requinte, presente desde o primeiro contato do hóspede com o hotel.
http://www.pestana.com/br/hotel/pestana-convento-do-carmo
O coração do Centro Histórico está fechado para veículos. Lá em cima, a Casa de Jorge Amado e a praça onde acontecem grandes apresentações, inclusive a de Michael Jackson. Nesse miolo tem muitas praças para eventos, geralmente, nos fundos de bares.
Escoramento, enquanto o recurso para o restauro não vem.
Já estamos na Praça Castro Alves, onde Carlinhos Brown termina o arrastão de fechamento do carnaval, já na quarta-feira de cinzas. Vamos falar sobre ela na próxima matéria.
Vamos pegar a orla para retornar pra casa.
Com retorno perto da Igreja de N. S. da Conceição da Praia, de onde parte a Caminhada do Bonfim, para a lavagem das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, a segunda maior manifestação popular da Bahia, perdendo apenas para o Carnaval. O ritual, que se repete todos os anos, desde 1754, reúne milhares de pessoas e acontece sempre na segunda quinta-feira do mês de janeiro.

Teremos uma tarde cheia hoje. Vamos mostrar na próxima matéria.
Agora é pegar Guilherme na escola e deixá-lo em casa com a babá.