terça-feira, 30 de junho de 2015

segunda-feira, 29 de junho de 2015

A OI RESPONDE.

Como frequentemente postamos matérias aqui, reclamando do péssimo serviço da OI em relação aos telefones fixos de Belisário, o nosso vereador Wolninho, através do Presidente da Câmara Municipal, encaminhou a Representação 3.398 ao Diretor Institucional daquela companhia, Sr. Marco Antônio Borges.

A companhia respondeu terem as interrupções ocorrido em função de falta de energia, provocada por queda no fornecimento por parte da CEMIG. Certamente ele quis se referir à ENERGISA

Vamos acompanhar. Pelo menos sabemos agora um nome em nível de diretoria. A gente chega a pensar que essas empresas são administradas por aquelas mocinhas que falam somente através do gerúndio. Ou seja, "nós vamos estar acompanhando". Se o problema persistir, "nós vamos estar postando" e quem sabe "nós vamos estar ajuizando".

FESTA JUNINA NA ESCOLA MUNICIPAL

Vamos esquentar o frio na beira da fogueira, na festa junina da Escola Municipal Maria Amélia Pereira de Calais, com tudo o que se tem direito numa festa dessa tipo: barraquinhas, pescaria, caldos, cachorro quente, bingo e rifa. Tudo isso para arrecadar fundos para a caixa escolar.

Na verdade, festa julina. anote aí.

Data:  5 de julho, domingo próximo
Hora : 15 horas

Vamos prestigiar a nossa Escola, agora dirigida pela Professora Marcilene.

MINEIRAMENTE VOLTAMOS PARA BELISARIO

Com ressaca cultural, após a belíssima apresentação do GRUPO  PONTO DE PARTIDA, fizemos o check-out no hotel às 10 e meia, mas não partimos logo de Barbacena.
Você dever ter lido as duas matérias anteriores, onde falamos do evento. Esqueci também de citar o link da matéria que fizemos em dezembro-2014, quando eles vieram apresentar TRAVESSIA, em Muriaé. Veja lá.
http://embelisariomg.blogspot.com.br/2014/12/travessia-mais-uma-noite-maravilhosa-em.html

Tínhamos um problema para administrar: O meu Galo jogaria às 11 horas contra o Joinville. Para ver em casa deveria sair cedo. Mas Rony, iluminador do Ponto de Partida, também atleticano, me deu a dica. O Bar do Paulinho é ponto de encontro da massa, para ver jogos. Então vamos pra lá.

A patroa adora jogo. Não perde um lance no candy crush.
Mas a minha alegria estava na telinha da TV. Maravilha! Galo 1 X 0. Um placar magro, mas estamos no segundo lugar do brasileirão.
Na mesma rua do bar tem essa beleza. Sobre ela pesquisamos:
"Este grandioso templo teve sua construção iniciada em 1816. Na portada, está gravada a data de 1815, referência ao ano de seu projeto. A bonita fachada é plana e possui elementos decorativos do período do Rococó. Outra influência desse estilo está nas torres redondas, o que demonstra a influência de alguns templos mineiros do final do século 18, que possuem torres arredondadas ou totalmente redondas."
http://descubraminas.com.br/Turismo/DestinoAtrativoDetalhe.aspx?cod_destino=158&cod_atrativo=2190
E roubartilhamos essa foto. Leia mais:
"Na decoração do seu interior, o destaque é para a talha neoclássica, estilo raro de ser encontrado em Minas Gerais. Sobressaem-se, também, a pintura do forro da nave, do artista local Osmar Faria, e os lustres de cristal, que foram doados pela Baronesa Maria Rosa no século 19. A Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte foi a responsável pela construção do templo."
Você quer viajar conosco? Então empurre esse monte de malas, e senta aí no banco traseiro. Vamos admirar tudo de bonito no trajeto. Algumas fotos ficam prejudicadas, pala velocidade do carro e sujeira do vidro.
Barbacena tem muita riqueza em antigos casarões.
Também pela passagem da ferrovia na cidade, muita riqueza histórica. A bitola larga chegou aqui antes de 1883, através da Central do Brasil. Nesse ano ela chegou em C. Lafaiete. Sei disso porque em 1983 era engenheiro lá e fizemos uma belíssima festa de centenário.  Esse pontilhão faz parte do acervo histórico da cidade.
Vamos pegar a direção contrária, indo no sentido BH. É incrível a movimentação de motos na pista. Mostramos isso na outra matéria. Devem estar voltando de Tiradentes.
Voltamos no Roselanche, para levarmos mudas para Belisário. Azaleias, bouganville e rosas. 
As duas prometeram abrir EMBELISARIO.
Agora sim, vamos pra casa. Gosto muito de geleia de mocotó. Há muito não comprava. Mas tem que ser pedaço pequeno, pois é muito calórico.
Ainda estamos na BR 040, agora na direção JF. Mas não vamos passar por lá. Em breve aqui começa a cobrança de pedágio. Vamos entrar logo à frente.
Já deixamos a BR 040. Estamos descendo a Serra da Mantiqueira, por um outro lado. Santa Bárbara do Tugúrio fica logo ali.
Mesmo atrás, veja se você está com cinto de segurança. Aquele cantor muito famoso morreu semana passada por conta disso. Como é mesmo o nome dele?
Essa pergunta vai para Dr. Dárcio, lá em BH: onde é melhor plantar bananeira? Viajando vejo sempre a plantação no alto, entre pedras. Aqui em Beli vejo muita plantação em baixadas, perto de água. Aqui em casa é assim e praticamente nada colho. Explica ai, doutor!

Aqui é um distrito. Vamos parar logo ali.
Parada obrigatória.

Dizem que a melhor pedra sabão está nessa região.
"Seu" Sebastião confirma.
Não vamos entrar ali.
Vá admirando os belos casarões à margem da estrada.
Estilo diferente.
Você não conhece Rio Pomba? Faça isso antes que acabe.
Essa é a nossa direção.
Seguir reto
Na verdade a gente vê um ar de progresso por aqui. Os polos moveleiros se instalaram em todas as cidades próximas e  não mais restrito a Ubá.
Começa a escurecer.
Mas já estamos em Coimbra. Passamos por São Geraldo.
Por um bom tempo viajamos juntos com esse grupo de motoqueiros. São de Muriaé. Estamos na estrada que leva à Ervália.
Mas vamos deixá-la na frente, entrando à direita.
Uma vergonha! Durante dezenas de anos estamos convivendo com esse desvio de terra nessa BR.  Por aqui passa todo o movimento de parte da zona da mata,  na direção do litoral capixaba. Tem outros pontos destruídos. Já teve promessa política, ameaça por parte do M. Público... e nada de solução.
De volta ao asfalto.
Um show aquela nuvem densa sobre aquele morro.
Em questão de segundos ela cobre tudo. Vai envolvendo, envolvendo...
... envolveu.
Opa! O que é isso?
Para bem informá-lo, vamos descer. Uma ótima notícia. Moradores fizeram aqui uma queima de pneus, como protesto pela recusa do DNIT em aqui instalar quebra molas. Há poucas semanas 4 pessoas foram atropeladas aqui após saírem de um culto. Ontem, um homem embriagado, também foi atropelado. De Barbacena até aqui passamos por um zilhão de quebra molas. E somente  aqui o DNIT vem se apegar a técnicas para não colocar isso? A burocracia estatal é idiota.
Você não consegue enxergar o campo e nem os jogadores?  Agora eu lhe pergunto: como esses caras conseguem enxergar a bola? A Arena São Gerônimo não tem refletor.
É isso aí? Gostou da viagem?

domingo, 28 de junho de 2015

MINEIRAMENTE: QUE ESPETÁCULO!!!

Como valeu a pena Mírian e eu nos deslocarmos de Belisário para Barbacena, exclusivamente para assistirmos o espetáculo MINEIRAMENTE, com o  Grupo Ponto de Partida. 
Uma foto na saída do hotel. Afinal, não é sempre que a gente pode vestir elegantemente tanta roupa de frio pesada. O evento será a céu aberto e a temperatura esperada é de 7 graus. Pra quem é de Beli isso até que não assusta. 

Eu conheci o Grupo em dezembro último, quando eles estiveram em Muriaé, para a reinauguração do Teatro Belmira Villas Boas, quando apresentaram “TRAVESSIA”.
Dulce foi gentil em reservar os nossos ingressos, por telefone, reserva essa feita com boa antecedência. Pegamos e pagamos na entrada.
Chegamos com 15 minutos de antecedência e pegamos uma longa fila. Afinal, mineiro não perde trem e nem se atrasa para um evento. 
Ainda com cadeiras vazias. Mas todas serão ocupadas em 15 minutos.
E quem, mineiramente, chegou cedo, pegou cadeira perto dos braseiros
Um bom número de bebês e crianças com os pais. Esse casal veio de S. João Del' Rey.
Opa! Vai começar o espetáculo. Pediram para não usar flash. Tirei algumas poucas fotos sem ele, claro.
Como o mundo é muito pequeno, meu filho Clebinho já havia feito trabalhos com o Ponto de Partida, como publicitário. A atriz Júlia Medeiros era o contato com ele na Agência TUDO. Ficaram amigos. Ele nos recomendou procurá-la lá. Achei ótimo. Ela é muito simpática e eu adoro tietar famosos. 
Idem Fátima, uma outra liderança do Grupo. Aproveitamos para, a pedido de Gilca, Diretora da FUNDARTE, reforçar a vontade daquele órgão, de tê-los novamente em Muriaé, no fim do ano, para a comemoração de 1 ano de reinauguração do teatro. Pelo visto a coisa vai rolar.
MINEIRAMENTE” marcou o restauro das fontes da antiga Sericícola, onde funciona o Grupo, realizado com apoio da Copasa. A palavra sericícola está ligada a uma antiga indústria de produção de seda, a partir do “bicho da seda”, que funcionou nesse local, que hoje é tombado pelo Patrimônio Histórico. 
No programa distribuído na entrada a gente cria a expectativa do que irá ver. E essa expectativa é totalmente satisfeita, no decorrer do espetáculo. Leia isso:
"Mineiramente foi concebido para ocupar espaços alternativos. Quer desafiar o público a descobrir possibilidades de encantamento e beleza em sua cidade, estimulando que tenha um novo olhar sobre o seu cotidiano. Por isso foi escolhido para devolver as fontes da antiga Sericícola, restauradas, à Barbacena.
Abraçados pela poesia de Drummond, a fala de Guimarães Rosa, a música de Milton Nascimento, Fernando Brant, Tavinho Moura e a emoção única de ocuparmos o nosso lugar, com certeza elenco e plateia cantarão juntos, mineiramente: sou do mundo, sou Minas Gerais."
"Ninguém sabe Minas, Só os mineiros sabem. E não dizem nem a si mesmos o irrevelável  segredo  Chamado Minas". Carlos Drumond de Andrade."
Ao final, o espetáculo foi oferecido ao grande compositor mineiro Fernando Brant, falecido recentemente. A maioria das músicas apresentadas são de autoria de Fernando.
A gente saiu da apresentação com um maior sentimento de mineiridade. Afinal, nós muito bem sabemos que:

"A lua nasce 
No ventre de Minas
Entre colinas 
E quaresmais 
E ou ponteio 
A viola enfeitada 
De fita encarnada
Prá lua escutar."

E pretensiosamente anunciamos que:


"Eu sou da América do Sul
Eu sei, vocês não vão saber
Mas agora sou cowboy
Sou do ouro, eu sou vocês
Sou do mundo, sou Minas Gerais."

E ao vento bradamos que:


"A novidade é que o Brasil não é só litoral 
É muito mais, é muito mais que qualquer zona sul 
Tem gente boa espalhada por esse Brasil 
Que vai fazer desse lugar um bom país 
Uma notícia está chegando lá do interior 
Não deu no rádio, no jornal ou na televisão 
Ficar de frente para o mar, de costas pro Brasil 
Não vai fazer desse lugar um bom país."