segunda-feira, 31 de março de 2014

É TEMPO DE QUARESMA

Nos grandes centros esse período já não se diferencia dos demais, no dia a dia das pessoas. EMBELISARIO, ainda há alguma diferença?
A natureza fala qualquer coisa sobre esses 40 dias que separam a quarta-feira de cinzas da quinta-feira da Semana Santa. As matas dão destaque para as quaresmeiras, com o roxo e os ipês amarelos. Parece que a embaúbas ficam mais brancas.
E as restrições impostas pelas igrejas? No passado havia imposições, sim, mas isso já não mais existe. O Frei Gilberto falou que é um período importante no calendário litúrgico católico, quando o povo deve buscar  um comportamento mais introspectivo. Momento de reflexão e de busca interior. Não há qualquer proibição por parte da Igreja e imposição de qualquer jejum. Ele, particularmente, recomenda que nas sexta-feiras  desse período as pessoas procurem se recolher mais, se conhecer melhor e buscar uma maior proximidade com Deus. Apenas sugere a suspensão da carne nas sextas-feiras, se possível. Nada imposto.

Perguntado, ele informou que não há nenhum casamento marcado nesse período. Não por ele, mas pelas pessoas que evitam fazer festas.
Mas o Clube da Terceira Idade é mais rígido. Os tradicionais bailes de "arrasta pé" nos sábados  e domingos são suspensos nessa época.
Nos salões de beleza também há alterações.  Nesse de Dayse, que estava fechado no dia da foto, não há grandes quedas no movimento.
Segundo ela, cai o movimento por não haver casamentos aqui, mas continua trabalhando para as pessoas que vão para casamentos em Muriaé e também há muitas formaturas lá nessa época. 
No salão de Heloísa e Angélica fui informado de que a queda é grande no movimento e que as pessoas pedem cores mais discretas nas unhas.

No açougue de "Tão" também existe queda, Muitos evitam  carne na quaresma. "Tuti" também sente a redução. Soube que alguns evitam a carne nas quartas e sextas.
O Papa Bento XVI assim definiu o significado litúrgico dos "quarenta dias da Quaresma": “Trata-se de um número que exprime o tempo da expectativa, da purificação, do regresso ao Senhor e da consciência de que Deus é fiel às suas promessas.
O Reverendo Tércio Siqueira, Doutor em Velho Testamento, pastor e professor da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, e que esteve com a família aqui em Belisário comemorando o nosso niver de 60 anos em 2013, tem um estudo interessante sobre o tema. Veja lá:

 O NÚMER0 40

No Antigo Testamento
O povo tem tentado entender o significado dos números, porém é, provavelmente, impossível chegar a uma explicação plena e completa. Cada povo constrói uma simbologia muito própria. Portanto, não é possível explicar o significado hebraico do número 40, tomando por base o sentido egípcio ou cananeu.
O número 40, entre os israelitas, certamente, possui um significado teológico que tem sua origem na própria história do povo. É necessário lembrar que os ensinos, hinos, liturgias, ou outra expressão de comunicação, contidos na Bíblia, deverão ser vistas à luz da experiência histórica do povo. Assim deve ser visto o significado do número 40.
No Antigo Testamento, o número 40 ocorre muitas vezes relacionado a momentos significativos da história bíblica. Entre tantas ocorrências, quatro são destaques no Antigo Testamento: o período do dilúvio foi de 40 dias (Gn 7.4); os hebreus caminharam 40 anos pelos desertos até atingir Canaã (Js 5,6); a duração do bom reinado de Davi foi de 40 anos (2Sm 5.4); Elias caminhou 40 dias para encontrar com Deus no Sinai (lRs 19.8). Estas quatro ocorrências estão ligadas a eventos fundantes e significativos na história bíblica do Antigo Testamento. Não deveríamos entender o número 40 como um múltiplo de quatro? O número 4, provavelmente, tem a ver com os quatro pontos cardeais dos quais vêm os quatro ventos que abastecem a terra de oxigênio. O relato da Criação afirma que quatro rios irrigam toda a terra (Gn 2.10-12). Não estaríamos diante do símbolo da intervenção divina que renova a vida e a esperança no mundo? Por tudo isso que foi falado, acima, provavelmente, o número 40 sinaliza o início de um novo período de atividade de Deus.
No Novo Testamento
No NT, o simbolismo do número 40 continua. Por exemplo, Jesus recolhe-se no deserto por 40 dias e 40 noites (Mt 4.3; Mc 1.1; Lc 4.2). Uma outra ocorrência significativa, na vida e obra de Jesus, é mencionada por Atos dos Apóstolos: Jesus, após a ressurreição, permaneceu na terra 40 dias (At 1.3). Certamente, o número 40 lembra a difícil, mas significativa caminhada do povo de Israel no deserto.


    

UM COMÍCIO FORA DE ÉPOCA

Num bate papo ontem no face com o amigo Helder  Mattos, recebi o convite para participar de um comício em São Sebastião da Vargem Alegre. Ele também iria convidar Vandim. 
Como assim? Isso não é época de comício. A Lei Eleitoral nem permite isso. Mas nesse caso sim. É que o prefeito e o vice dessa cidade vizinha  foram cassados, por compra de votos na campanha. Nova eleição foi marcada para o próximo domingo.
Então, vamos lá registrar isso. Preparar para a viagem. Cerca de 50 minutos.
E já estamos lá. Vandim no volante. Deixei meu carro em Rosário da Limeira e ele me pegou lá, vindo de Muriaé.

Uma agitação só. Acho que toda a cidade estava na rua.
Olha o amigo Helder aí! Cara muito articulado e gente muito boa. É presidente da Câmara Municipal de Ervália.
Isauro Calais é vereador em JF. É filho de São Sebastião da V. Alegre e já esteve em Belisário visitando os parentes, que são muitos.

Uma carreata foi preparada para esperar autoridades que chegariam de BH.


Eleição em cidades pequenas de Minas é algo que mexe com todo mundo. A garotada já vai sendo contaminada desde cedo. Quando morando em Governador Valadares, com menos de 7 anos, eu adotei "Raimundo Albergaria" como meu candidato a prefeito daquela cidade. Era tão vibrador que levei uns cascudos de meu pai, por ter saído na Rua Israel Pinheiro com um bambu, rasgando os cartazes do outro candidato.
Olha o  Víctor Hugo? Tá entrando no clima.
As menininhas também, né Flora? Ao que tudo indica já tem um(a) futuro(a) eleitor(ora) participando do comício, na barriga da mamãe ao lado
Carro, moto, cavalo...

Esse também tem relação com Belisário. É o "Gê", pai de Giovani, daqui de Beli. Ele é "filho de leite" de D. Iracema Mota.
Muito prestígio para o nosso candidato. Vamos apresentar: Da esq. pra dir. Helder, Dr. Roberto Andrade, Vandim, Deputado Rodrigo de Castro. Não me apresento mais.
Também presente o Super Secretário de Estado, Danilo de Castro. Ele sempre nos recebe de forma muito gentil, quando vamos em seu gabinete, junto com Vandim, lá em BH. O dr. Carlos Wilson também estava lá. Ele é vice-presidente do PMDB de Muriaé.
Foi bom conhecer pessoalmente o Dep. Federal Rodrigo de Castro. Sempre  acompanhei a sua trajetória política e hoje faço isso no Facebook. Tem uma visão política muito admirável.
Agora o candidato a prefeito Claudiomir, do PMDB, de camisa vermelha, e novamente o Dr. Roberto Andrade, que é de Viçosa e terá o apoio dos "Castros", Danilo e Rodrigo, como candidato a Deputado Estadual. Ele é de Viçosa. Hélder também está "fechado" com ele.
Olha o clima do comício!
A simpática Tamires, filha de Claudiomir, com Hélder. Namoro ou amizade? Hélder é muio sério em se tratando de namoro. Quando se compromete com uma, é só aquela, no mesmo bairro.
Rodrigo esquenta a galera quando discursa.
Danilo também.
A devoção religiosa é outro detalhe próprio das "Geraes".  O candidato Claudiomir interrompe a sua fala para a Oração do Pai Nosso.
Você já viu comício sem um bebum?
A garotada aproveita pra fazer a festa.
Bom! A gente deseja a vitória de Claudiomir, domingo,  e espera que ele seja fiel no atendimento das necessidades dessa gente que certamente deposita nele muitas esperanças. Frustrar sonhos é algo que o povo brasileiro já não suporta.
Sucesso, São Sebastião da Vargem Alegre!

domingo, 30 de março de 2014

O CONSEP PRECISA DE AJUDA

A comunidade elegeu e precisa de ajudar as pessoas que estão trabalhando em favor da segurança de Belisário. Seria muito Bom se agente recebesse tudo do poder público: além de segurança,  saúde, o que nos dispensaria de pagar planos privados, de escolas, o que dispensaria matriculas em escolas particulares e todos estudariam em universidades públicas.... e por aí vai. 

No próximo domingo haverá uma feijoada, que está sendo organizada por uma comissão, coordenada por Odair de Bem. Alguns doaram todos os ingredientes, Eva e algumas voluntárias vão fazer a comida. O ingresso custará apenas 5,00.

Mesmo que você não vá, compre a título de colaboração. Terá também "vaca atolada", para quem não come feijoada.

Será no GAB. Dia 6 de abril, a partir das 12 horas.

sábado, 29 de março de 2014

REUNIÃO DO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO - CONVITE

o Presidente do Conselho de Desenvolvimento Sócio-Econômico de Belisário, Odair de Bem convida a todas para a reunião ordinária do mês de março.
Será segunda-feira, dia 31 de março, às 19:30 h. no GAB.

Assuntos de interesse da comunidade serão apresentados e também algumas decisões em relação à Cavalgada. A reunião é aberta.

Sobre a cavalgada, D. Nina está arrecadando os brindes para o sorteio entre aqueles que vão participar do almoço.

ESSE DIA PARECE NÃO TER FIM

A sexta-feira gerou seis postagens. A formatura de Markedson não foi o fechamento. Ele se deu na Vila Eudóxia Canedo, no "Oswaldinha".
Essa galera é conhecida de D. Nina. Aliás, quem não a conhece?
São músicos e fiquei de combinar com o Anselmo, na ponta direita, uma vinda deles aqui.  
Segundo ele, o amigo que aparece na foto abaixo toca mais violão do que Egberto Gismont, o  multinstrumentista, compositor, cantor  e   arranjador brasileiro. 

Evaristo e esposa tornaram-se nossos amigos, quando aqui  estiveram no segundo VINHOS & QUEIJOS.
No "Oswaldinha" com Jaqueline, Henrique, a prima Zezé e Kelly.
A comida é realmente maravilhosa. Comi fettuccine com salmão.
Nina foi de salmão com purê e um mix de cogumelos e aspargos.

A patroa optou por linguado com creme de  limão siciliano e mix de cogumelos e aspargos
Um tchau para essa outra galera.
E agora, fazer o quê? Subir a serra pra dormir? Que pena!

A FORMATURA DE MARKEDSON

Essa  sexta-feira foi comprida. É a quinta matéria que "blogo" de algo acontecido nesse dia, e ainda tem mais uma para postar.
Para isso foi preciso ir duas vezes a Muriaé. Cheguei às 16 horas, fotografei o acesso para a caixa d'água. Às 18 horas já estávamos descendo a serra, agora com Mirian e a amiga Nina. O motivo era muito justo. Comparecer à cerimônia de formatura de Markedson, no anfiteatro do Colégio Santa Marcelina.
Ele concluiu o curso Técnico de Segurança, pelo CENTEP – Centro Tecnológico e Formação Profissional. Uma instituição com sede em Vespasiano-MG, que oferece os seguintes cursos: Técnicos em Edificações, Meio Ambiente, Mineração, Patologia Clínica, Química Geral e Segurança do Trabalho.
Formatura é um momento mágico na vida do estudante, de sua família, da instituição de ensino, e mesmo da sociedade, que carece de mão de obra especializada.  Quando atuando na área de educação em salvador,  tínhamos esse como o melhor momento do colégio e da  faculdade.

Há muitos sonhos nessas cabeças...
E muita emoção para as famílias: Betinha, a mãe, Fernanda, a namorada e a irmã Maria Eduarda. A vitória é coletiva.  Com certeza as duas primeiras deram muita força para o formando, mesmos porque ambas são educadoras.
A patroa e D. Nina estavam muito chiques.
Momento do juramento.
Recebendo o diploma do professor paraninfo.
E os cumprimentos do diretor do núcleo da escola, em Muriaé.
Tem pai/mãe que se preocupa em deixar terras para os filhos, aqui na zona rural. Tem outros que preferem mandá-los para estudar na cidade. Betinha entra nesse segundo rol.
                 
Muito legal essa hora em que os formandos jogam o "capelo" para o alto.
          
Mas têm de pegar de volta. No dia seguinte vão devolvê-lo junto com a beca, para a empresa que aluga roupas para formaturas.
Daqui a pouco cada um toma o seu rumo. Vamos aproveitar para registrar esse momento.
Essa convidada é especial.

E a comitiva de Belisário   prestigiando essa bela conquista de Markedson.

Quis registrar esse grupo na saída. Na hora de receber o diploma Cilésia levou o auditório ao delírio. O paraninfo deu vários giros com ela, depois de entregar-lhe o diploma. Certamente que era uma aluna bem participativa. É avó dessa fofura no carrinho. E você, tão novinho, parou de estudar. Que vergonha, cara!
Tem mais sexta-feira pra registrar, daqui a pouco.