terça-feira, 31 de maio de 2011

DE VOLTA A BELI

Ficamos fora por uns dias. Dessa vez não deu para fazer postagens lá em S. Paulo, exceto no dia da chegada. Estivemos em compromisso no final de semana, sem acesso a internet. Nos outros dias compromissos com os filhos.


Com relação à quebra do ônibus, deixo claro que não apoio violência de forma alguma. A máxima que "violência gera violência" ainda não caiu de moda. Lamentamos também que a empresa tenha se omitido diante de tantas reclamações ao longo de tanto tempo e também aqueles que tinham o dever de fiscalização. Isso também foi uma violenta omissão. Tomara que nada disso mais se repita.


Vimos alguns comentários e agora estamos lendo os demais. Exclui um deles. Continuo sem entender o motivo das pessoas não colocarem o nome naquilo que afirmam.
Todos precisamos ter o cuidado de não servirmos de massa de manobra para nenhum lado, de nenhum empresário. Já tem gente promovendo uma terceira empresa para assumir a linha. Precisamos denunciar a exigir providências. Não nos compete tirar partido de ninguém. Isso está ficando nítido em alguns comentários tendenciosos.


Comentário fora do foco, com agressões pessoais, que venha sem assinatura será excluído.



Recebemos uma reclamação sobre a matéria A GAROTADA ADORA FUTEBOL. Erramos no placar do jogo Belisário e o time da Igreja católica do Bairro São Francisco. Ficou de 9 x 2 para Beli. Esse é o placar certo.


Sobre a viagem a S. Paulo, fizemos um belo retorno hoje. Saímos na Dutra na direção de Penedo, subimos para Mauá e entramos no Vale do Alcantilado, passamos por Mirantão e Bocaina, vindo pegar o asfalto em Liberdade, próximo a Lima Duarte. Depois J de Fora e Belisário. Foram 115 km em estrada de terra.


Uma belíssima paisagem.



Nenhuma foto. Estávamos sem a máquina.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

CONVITE PARA OS AMANTES DE CAVALO

Recebemos do amigo Dirceu Machado, proprietário de um haras em Bicas, o seguinte convite:
Meus amigos,

Estamos anexando, em primeira mão, o folder do leilão O FINO DA MARCHA que estaremos realizando no CLUBE HÍPICO DE JUIZ DE FORA, no sábado, dia 18 de junho de 2011.

Estarão em oferta animais do sufixo Nagladir e de convidados [(Rancho da Fronteira (irmãos Berardinelli), Haras Mandala (Vera Anechino) e Ginga (Alexandre Todeschini)], já provados em pista, como Otelo, pampa-de-baia, Reservado Campeão Nacional Cavalo Adulto, marcha picada, 2010 e Iara, Campeã Nacional Égua Adulta, marcha picada, 2010, potros de andamento natural, de qualidade, matrizes prenhes do estupendo Orfeu do Nagladir (Grande Campeão Nacional da Raça - pelagem pampa - 2007), ao lado de outros animais prontos para cavalgadas e concursos de marcha, além de 3 (três) mulas marchadoras.


Para abrilhantar o evento, teremos uma etapa da COPA BRASIL DE MARCHA (CAMPOLINA) e um CONCURSO DE MARCHA PARA MUARES, todos com premiações em dinheiro.
CLIQUE NO FOLDER

AINDA SOBRE A QUEBRA DO ONIBUS




Acabamos de receber uma ligação de Belisário pedindo-nos que fizéssemos a correção da informação dada por Daniel, em relação ao ônibus que foi cedido para fazer o horário das 8 horas.

Segundo nos informaram, Braulinho recebeu um pedido da São Cristóvão para levar os passageiros para se encontrarem com um outro carro da empresa. Para não prejudicar as pessoas em seus compromisso atendeu ao pedido.

ONIBUS DA SAO CRISTOVAO E QUEBRADO EM BELISARIO

A partir do comentário do leitor ligamos para Belisário. Chegamos ontem em São Paulo.

De fato, assim que o ônibus chegou no distrito um morador passou a quebrar todos os seus vidros.

As coisa ainda não estaão claras, já que a pessoa que fez isso é morador do distrito e até recentemente era motorista da empresa Limeirense, concorrente da São Cristóvão.

O ônibus está parado, aguardando a chegada da polícia.

Onde o poder público não chega a sociedade resolve por si só os seu problemas.

Belisário não tem políciamento, a justiça em Muriaé é muito lenta, ai .....



quarta-feira, 25 de maio de 2011

CRISE DE TRANSPORTE TAMBEM EM SAO FERNANDO

Vocês acham que o problema de ônibus é só nossso.
Pois então vejam o que aconteceu no distrito de São Fernando.

http://www.radio96muriae.com.br/ultimas-noticias/ultimasver?id_noticia=03528

VANDIM VISITA O GOVERNADOR

Acompanhado de Deputado Estadual Bráulio Braz, também Secretário de Esporte e da Juventude de Minas, Vandim esteve nessa segunda-feira em B. Horizonte com o Governador Antônio Anastasia.


Tivemos um encontro com ele, que nos informou o objetivo de sua ida às Alterosas. Segundo Vandi, foi uma excelente oportunidade que teve para levar ao governador diversas reivindicações que estão sendo priorizadas por ele, como de resto, por todos nós que aqui moramos.

Através de ofícios específicos, entregues nas mãos do governador, reinvindicou a instalação de torre de celular na região. Sobre isso ouviu dele a informação de que está em andamento um projeto de ampliação da rede de telefonia móvel para atender aos principais distritos mineiros o que beneficiará Belisário.

Também apresentou ofícios reivindicando melhorias nos acessos ao distrito pedindo-lhe a inclusão de Belisário, no PROGRAMA CAMINHOS DE MINAS, que pretende ampliar o asfaltamento às estradas mineiras.

Também reivindicou garantias para a imediata melhoria de nossa estradas, até que se defina quanto à possível inclusão no referido Programa, como está prometido pelo DER.

Vandim tratou também da questão da falta de policiamento no distrito. Esse assunto específico também foi Tratado com o Cel. Martins, do Comando Geral da PM de Minas.


O vereador também informou que apresentou ao Governador a necessidade de instalação em Muriaé do Programa Olho Vivo, que consiste na instalação de câmaras de alta resolução para garantir a segurança nos pontos estratégicos da cidade. Esse assunto vem sendo discutido na Câmara Municipal, junto com a Associação Pró-Desenvolvimento de Muriaé e o CDL.


Com relação às reivindicações ao Deputado Bráulio, relativas à sua Secretaria, este prometeu a liberação de recursos para a construção de uma quadra de esportes e ainda a implantação de equipamentos de ginástica ao ar livre em uma de nossas praças.


Vandim explicou que mesmo tendo aumentado a sua responsabilidade como vereador, após assumir a presidência da Câmara, o que exige uma maior presença em Muriaé, ele está sempre atento aos problemas que aqui surgem e tem agido no sentido de solucioná-los, muitas vezes através de ações que não chegam ao conhecimento público.

Reconhece que ainda há muito por fazer, mas que as melhorias alcançadas não podem ser ignoradas. “O distrito tem mostrado avanços nos últimos anos e que está sempre aberto a receber críticas honestas e sugestões, como compete a um representante do povo”.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

ELEIÇÃO DE DIRETORIA

Dia 5 de junho, domingo, entre 8 e 17 horas acontece a eleição da nova diretoria de nossa Escola Estadual Pedro Vicente.




Há somente uma chapa inscrita, encabeçada pelo professor José Antônio Carneiro e pela professora Lenir Rodrigues Viena Costa como vice. São bons nomes que têm boa aceitação no meio.




A chapa tem como slogan "Novos tempos para a educação. Tudo começa na escola".




Participam como eleitores desse processo o responsável pelo aluno menor de 14 anos, os alunos com mais de 14, professores e funcionários. É muito importante uma expressiva presença de eleitores nesse dia, como forma de demonstrar apoio aos candidatos e dar um grande representatividade ao processo eleitoral.




A escola é a mais importante instituição de nosso distrito, no meu entendimento. Vamos apoiá-la.


domingo, 22 de maio de 2011

CONHECENDO PIACATUBA

Finalmente Mirian e eu fomos conhecer Piacatuba, um charmosinho distrito de Leopoldina, famoso pelo seu Festival de Viola, em sua 9ª versão, agora em 2011. A amiga Nina nos acompanhou (CLIQUE NAS FOTOS)O lugar passou por uma grande transformação a partir do início do trabalho de Maria Lúcia Braga com o lançamento do 1º Festival. O evento passou a tomar grandes proporções, já tendo sido premiado como o maior festival de violas do país. Em 2010 recebeu cerca de 30.000 turista, lembrando que o distrito tem menos de 600 habitantes.As casas passaram a receber um novo visual, pelos seu próprios moradores, sendo fornecido tintas para a pintura das fachadas àqueles imóveis que mantiveram as características próprias das fachadas do interior mineiro, com portas e janelas de madeira, etc.




O ônibus que atende ao distrito nem de longe lembra as nossas carroças.

Maria Lúcia tem o seu próprio restaurante, juntamente com o marido, que é chefe de cozinha


Comemos um delicioso filé de tilápia com molho de gengibre e manga caramelada. A conversa com o casal foi longa e produtiva. Belisário e Piacatuba têm muito em comum. Eles nos prometeram uma visita

sábado, 21 de maio de 2011

MAIS UMA NOITE AGRADÁVEL EM MURIAÉ

Para se ouvir uma boa música, às vezes é necessário andar.
Retornamos ontem à noite a Muriaé, para assistir “20 ANOS DE SONETO EM BRANCO E PRETO”, uma apresentação musical do pianista e compositor Gilberto Mauro. A excelente programação aconteceu no teatro Zaccaria Marques – FUNDARTE, encerrando a edição de maio do Circuito Cultural.

Residente em BH, Gilberto tem muitas coisas boas produzidas. Um passeio em seu blog mostra seus 4 CDs lançados.
Ainda em seu blog retiramos o seguinte:



o pensamento liberta, a arte doa. Só o amor e o humor salvam. O resto são favas.”
A vida é um acúmulo de “quase nadas”…pequenas coisas na melhor das hipóteses. Que no montante dá muita coisa ou alguma coisa. Alguns casos, grandes coisas.”
A arte em Gilberto é uma questão genética. Ele é neto de Humberto Mauro, um dos pioneiros do cinema brasileiro.
Natural de Volta Grande, pertinho de Além Paraíba, Humberto Mauro transferiu-se para a também vizinha cidade de Cataguases, onde ingressou na música, depois fotografia e também adquiriu paixão pelas filmagens. Produziu o seu primeiro curta metragem, de apenas 5 minutos, ainda no ano de 1925.

Ao final autógrafos nos CDs

Gilberto prometeu que, lá das alterosas, vai abrir o nosso blog e deixar um comentário,. Além de tudo é uma figura muito simpática.
Adquirimos o seu CD “PARAPOUKOS”, e viemos curtindo no som do carro, na subida da serra de Belisário, já bem tarde, pois depois do evento fomos conhecer o Benedita Bistrô, onde comemos um maravilhoso carpaccio.

Coisas boas são como pênalti. Não se pode perder.







AVISO AO PRODUTOR RURAL

O Professor Daniel, Diretor da Escola Estadual, informa aos nossos produtores rurais que foram facilitadas as regras para que eles forneçam seus produtos para a elaboração da merenda escolar.



Por força de lei, 30% do material consumido nas merendas devem ser comprados na região da escola, para fortalecer a economia do lugar. Anteriromente as exigências eram muito grandes, o que impedia muita gente de vender aquilo que produzia. Agora as coisas ficaram mais fáceis, segundo o diretor.



Informe-se junto à Escola. Comunique isso aos produtores de seu relacionamento pessoal ou familiar.


sexta-feira, 20 de maio de 2011

CURIOSIDADE

Recebemos de D. Nina


Belisário foi um general bizantino. Viveu entre 500 e 565. Foi o braço direito do imperador Justiniano, chefiou diversas batalhas, conseguindo memoráveis vitórias frente aos persas e ostrogodos (Sicília) e arrasou os hunos que atacaram Constantinopla.

Mas terminou por cair no desagrado do imperador.

QUANDO ME APOSENTAR VOU MORAR NA PRAIA

Jornal Estado do Paraná - 30/03/2011

O cara se aposentou e foi mesmo morar na praia.
Mês a mês manda notícias contando sua nova vida para o filho.

Janeiro
Estimado filho, tenho a lhe comunicar boas novas: me aposentei e agora vamos morar na praia.
Vendemos nossa casa. Em março estaremos de mudança para o litoral.
Lembra quando eu falava prá tua mãe? Quando me aposentar vou morar na praia! Ela duvidava.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Fevereiro
Estimado, fechei negócio: quinto andar, seis por andar, nosso apartamento é de frente para o mar. É uma suite e mais um quarto, área de serviço, dependência de empregada. Uma sala dois ambientes e, o melhor de tudo, uma deslumbrante sacada . A vista praquele marzão é pornográfica.
Sua mãe achou a sala acanhada para os padrões dela. Mas apartamento de praia é assim mesmo e a manutenção fica mais barata.
Beijo da mãe, bênção do Pai.

Março
Estimado, já estamos morando na praia!
O clima é um paraíso aqui na terra. Espetáculo. Não chove, faz um calorzinho do bom.
Mesmo assim, providenciei o que faltava: o ar condicionado da nossa suite. Só não instalei porque procuro alguém para fazer o serviço mais em conta. Aqui tudo custa o olho da cara.
De resto, tudo nos conformes. Até fizemos uma agenda para nossas atividades diárias.
8h00: despertar.
8h30: lauto café da manhã.
9h30: caminhada de uma hora na praia para respirar o ar puro e aproveitar o sol da manhã.
10h30: super mercado e tarefas externas.
11h30: sua mãe vai para a cozinha.
13h00: o delicioso almoço da mamma.
14h30: soneca.
16h00: café da tarde.
17h00: leitura do jornal e revistas.
18h00: caminhada na orla para apreciar o por do sol.
20h30: lanche e telejornal.
21h00: novela.
22h00: jogo de cartas.
23h00: prá caminha, que ninguém é de ferro.
Que Tal, filhão?
Beijo da mãe, bênção do pai.

Abril
Estimado, já travamos amizade com os vizinhos do prédio. Temos gaúchos, paulistas, catarinas, paraguaios e argentinos. Só gente boa.
Novidades: já estou até tomando chimarrão e fui convidado para participar do aperitivo diário no barzinho dos aposentados. Mudamos um pouquinho a rotina.
Das 11h30 às 12h30 faço aperitivo.
Tua mãe não gostou muito, mas ela precisa entender que precisamos ter uma vida social.
Outra coisa: sabe a deslumbrante sacada? Mandamos envidraçar. A ventania é tanta que ela já estava inútil. Tua mãe não se agradou, acha que é mais vidro prá lavar.
Beijo da mãe, bênção do Pai.

Maio
Estimado, tua mãe está bem nervosa, acha que precisamos arrumar alguma coisa prá fazer. De minha parte estou de agenda cheia. No meio da tarde, jogo bocha com a turma da associação dos aposentados e depois fico para a happy hour. Tua mãe também não gostou muito.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Junho
Acabo de comprar um pequeno barco inflável pra pescar. Só me falta companheiro de pescaria. Tua mãe não ficou muito satisfeita e agora inventou de colorir estátuas de gesso. Ela pintou algumas estátuas de Santa Edwiges e está vendendo bem, na feirinha.
Um dos quartos virou oficina e o cheiro de tinta está insuportável.
De resto, mudamos um pouco a rotina: estamos passando as tardes nas casas de bingo.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Julho
Estimado, o vento Sul aqui é de lascar e ainda não consegui botar o barco na água. Desde o início de junho não estamos mais caminhando na praia. Parece que a maresia enferruja os ossos, de tanto frio e chuva.
Só saio de casa para o aperitivo do almoço e pra happy hour no barzinho dos aposentados. O médico mandou parar com os aperitivos. Tua mãe também acha que estou muito barrigudo.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Agosto
Estimado filho, orgulha-te: eu fui eleito síndico do prédio! Por unanimidade! Tua mãe acha que o mês não foi propício para aceitar a incumbência. Ela diz que agosto atrai coisa ruim.
Amanhã temos uma reunião de condomínio pra decidir a nova pintura da fachada do edifício, manutenção de dois elevadores, reforço nas fundações e reforma de todo o sistema hidráulico e elétrico e não para de chover.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Setembro
Estimado, o feriadão da Semana da Pátria foi um inferno. Invadiram nossa praia. Bem na frente do prédio, toneladas de som e cerveja. Só conseguimos dormir depois das duas da manhã.
A vizinhança diz que isso foi coisa pouca, na temporada todos dormem quando o dia amanhece mesmo com muita chuva. Tua mãe está nervosa e eu não estou com bons pressentimentos.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Outubro
Estimado, o tempo está esquentando mesmo com chuva: nos fins de semana já não dormimos em paz, o movimento no balneário começou a subir e os preços também.
Sábado faltou luz, domingo faltou água.
Amanhã tem reunião de condomínio para comprar um gerador e furar um poço artesiano. Sobrou prá mim.
Vendi o barco inflável que nunca usei.
Tua mãe não se conforma com a minha barriga e agora não sai mais de casa, nem para vender as estátuas de Santa Edwiges. Colocamos o apto a venda.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Novembro
Estimado, eu não sei o que está acontecendo. Os vizinhos gaúchos, paulistas e catarinas já botaram os apartamentos pra alugar e vão voltar pra suas origens, em dezembro.
Os argentinos e paraguaios vão ficar. Mas os portenhos não tem onde cair mortos e os paraguaios, correm boatos, são uma gente exilada por corrupção ou coisa que o valha.
Tua mãe continua inconformada com a minha barriga e jogou pela janela todo o estoque de estátuas de gesso. Já vendemos o apartamento para outro aposentado.
Beijo da mãe, bênção do pai.

Dezembro
Estimado filho, estou de volta para onde nunca deveria ter saído.

Beijo da mãe, bênção do pai.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

MAIS NOVIDADES EM BELI

A Verdge Aventuras, a agência de turismo daqui de Belisário lançou mais um produto hoje. Além dos caiaques, bicicletas, aluguel de cavalo e charrete, adquiriu um quadriciclo zerinho, também para passeios pela região.
A agência também intermedia hospedagem para os nossos visitantes.


(32) 3711 1043 / 3711 1001 ou www.verdge-aventuras.webnode.com.br















terça-feira, 17 de maio de 2011

ÔNIBUS DE BELISÁRIO: MAIS UM CAPÍTULO.

Ligamos ontem para o Ministério Público, para tentarmos uma audiência com Dr. Fábio Laureano, aproveitando a nossa ida a Muriaé. Não foi possível, mas fomos informados de que ele já tomou as primeiras providências junto aos órgãos municipais que fiscalizam (ou deveriam fiscalizar) o sistema e está diligenciando o assunto.



Encaminhamos-lhe hoje cópia das manifestações postadas no blog, até essa manhã.



Sobre essas postagens fomos forçados a excluir alguns comentários no blog, pois já desviavam do foco e sem identificação do autor. Postagens identicadas nunca serão censuradas. O nosso blog tem o compromisso de respeitar manifestações desse tipo. Quanto aos anônimos..., lamento que apenas uma pessoa se manifestou identificando-se. O anonimato de muitos foi a principal causa da situação chegar onde chegou, em relação aos ônibus.



Tudo bem, a vida continua, sem mágoas...










MURIAÉ COMEMORA 156 ANOS DE EMANCIPAÇÃO

Um belo evento cultural marcou, nessa segunda, os 156 anos de emancipação da cidade de Muriaé.

Painéis e o depoimento do Prof.Adelunar Marge (foto) contaram um pouco da história da cidade.




No wikipédia a gente encontra um pouco do que foi dito e lido:



“Inicialmente habitada pelos índios Puris, a região do município de Muriaé teve sua colonização iniciada pelo comércio de brancos com os indígenas. Nas inúmeras versões sobre o surgimento desta nomeação, há sempre uma ligação com os mosquitos que infestavam a região onde surgiria o município. De acordo com os registros históricos, a cidade, no início de seu povoamento, era uma região palustre, que apresentava, até finais do século XIX, altíssima incidência de febre amarela, supondo-se então que as opções etimológicas ligadas ao mosquito sejam as mais plausíveis



Em 1817, Constantino José Pinto, com outros 40 homens, comercializando ervas e produtos medicinais, desceu pelo Rio Pomba e atingiu o Rio Muriaé, onde aportou construindo seu abarracamento junto a uma cachoeira, local onde hoje é conhecido como Largo do Rosário. Ali foi fundado o aldeamento dos índios, com demarcação das terras destinadas ao plantio para o sustento dos silvícolas. Nascia “São Paulo do Manoel Burgo”. Em 1819, o francês Guido Tomás Marlière chega e ergue a Capela do Rosário. Começaram a aportar extratores de madeiras-de-lei e, principalmente, de plantas medicinais, em busca de raízes de ipecacoanha, chamada vulgarmente de poaia. Era o início da atividade econômica do futuro município.



O povoado cresceu rapidamente, a princípio, com uma só rua ao longo do rio - dando origem ao “Porto”, à “Barra” e à “Armação”, em razão do rio que margeavam - e, depois, disseminando o seu casario em todas as direções. Em 7 de abril de 1841 foi criado o distrito com o nome de São Paulo do Muriahé, pertencendo a São João Batista do Presídio (atual município de Visconde do Rio Branco) e subordinado eclesiasticamente a Santa Rita do Glória (atual município de Miradouro).



Em 16 de maio de 1855, pela “Lei nº. 724”, com o nome de São Paulo do Muriahé o distrito foi elevado à categoria de vila, desmembrando-se de São João Batista do Presídio. A vila de São Paulo do Muriahé seria elevada à condição de cidade apenas em de 25 de novembro de 1865, pela “Lei nº. 1257”. A denominação Muriaé só viria com a “Lei nº. 843”, de 7 de setembro de 1923.”



Na praça defronte ao Paço Municipal, antigo prédio da Prefeitura, um bonito coral infantil fez apresentações





Simone é a regente do Coral e Thayane, mestranda da UFMG, a tecladista. Descobrimos, após a apresentação, que ela é prima de Mírian. Os avós são de Belisário.No salão do Paço Municipal houve um belíssimo concerto da Camerata de Sopros de Muriaé, em sua primeira apresentação.

Composto por 12 músicos, o grupo, sob a regência de Gildson Araújo Cerqueira apresentou Mozart, Bach, Astor Piazzolla, Villa-Lobos, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazaré...
Uma bela noite! Sexta-feira tem concerto de piano na FUNDARTE. Estaremos presentes.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

PROTEÇÃO DE NASCENTES CONTINUA

Depois da bem sucedida tarefa de recuperação da nascente na propriedade do Sr. José Carneiro, através do plantio de árvores, o Prof. Renato Sigiliano esteve hoje em Belisário, acompanhado do Agrônomo Fernando, do Instituto Estadual de Floresta – IEF, para dar continuidade ao trabalho.

Pretendem agora fazer o plantio de mudas nas margens do córrego na propriedade do Sr. Jesus Calais.

Há outras áreas em vista, sempre com prioridade para matas ciliares, que margeiam córregos e rios e para nascentes.

Vamos garantir o futuro daqueles que virão depois de nós.

ÔNIBUS NÃO DESCE POR FALTA DE FREIOS

O ônibus das 8 horas ainda não desceu. O carro saiu às 6 horas vindo de Muriaé e aqui chegou sem freios, como reclamado pelos passageiros.

São 8 horas e 30 minutos e agora o motorista está pedindo o apoio de uma toyota para transportar as pessoas como gado, na carroceria até Itamuri, onde um outro carro as levará até Muriaé.


Sobre o problema o Núcleo de Turismo, que, como comentou o nosso blogueiro, não vê como se falar um turismo em um local rico como o nosso, sem que haja transporte público decente.

Em face disso, no final do mês de março se posicionou, juntamente com outras lideranças locais, e com elas apresentou denúncia ao Ministério Público Estadual, sugerindo a este a abertura de um Inquérito Civil Público. A representação foi apresentada na 6ª Promotoria, que determinou a instauração de Notícia de Fato, que recebeu o número MPMG-0439.11.000109-6 e foi encaminhada para a 5ª Promotoria de Justiça e Defesa do Cidadão da Comarca de Muriaé.

Geralmente o Ministério Público é um órgão muito eficiente na defesa dos interesses da sociedade. Vamos torcer para que em Muriaé não seja diferente.




domingo, 15 de maio de 2011

E POR FALAR EM CEPEC ...

Juntamente com Jurandir e "Suca", a instrutora do Artesanato em Palha de Café, veio a Belisário o Professor Rodnei Gonçalves Ribas, pedagogo, que atua como professor na Rede Municipal de Araponga.

Ele foi um dos criadores do CENTRO DE PESQUISA E PROMOÇÃO DA CULTURA – CEPEC, que tem uma boa atuação no desenvolvimento do turismo no entorno da Serra do Brigadeiro.

No CEPEC atua como pesquisador das tradições e da cultura regional, trabalhando com os saberes orais. Isso o levou à publicação do livro “Conversa ao Pé da Serra”.

O CEPEC trabalha com o grupo folclórico “Folguedos dos Arrepiados” que revive uma manifestação folclórica própria dos Índios Puris, também chamados de “Arrepiados”, que habitaram a região da Serra do Brigadeiro, que inicialmente recebia o nome de “Serra dos Arrepiados”. O Centro também apóia outras manifestações culturais, como Folia de Reis Congados, João do Mato...

CAPACITAÇÃO PARA O TURISMO EM BELI

Aconteceu nesse sábado o curso de ARTESANATO EM PALHA DE CAFÉ, oferecido pelo Grupo de Artesãos de Belisário- GAB.
O programa faz parte do projeto CAPACITAÇÃO PARA O TURISMO EM BELISÁRIO e está sendo coordenado por Mirian, sendo que 15 pessoas estão dele participando, independente de idade e sexo.


Nossos pequenos artesãos Samuca e Val já trabalham em madeira e agora buscam capacitação na palha de café.A instrutora, Maria Aparecida, a Suca, veio de Araponga, onde trabalha com artesanato no Centro de Pesquisa e Promoção Cultural – CEPEC.






Os treinandos continuam aperfeiçoando os trabalhos no decorrer da semana, no processo de secagem.No 1º sábado de junho, Suca retorna para fazer correções, quando o GAB procederá à entrega dos certificados.



Depois de prontas as peças ficam como abaixo, usando-se as formas diversas, à critério do artesão.