quinta-feira, 31 de março de 2011

GAROTA COUNTRY

Dois comentários no blog citaram a proposta de criação da "Garota Country" na Cavalgada de Belisário.

Ocorre que o espírito desse evento é o de promover a cavalo e o montador. Assim, já existe a Rainha da Cavalgada, que exige da candidata dotes próprios de quem domina um arreio e uma rédea, como já explicado por Túlio.

Lembramos a eleição da Garota FABEL, em agosto, que tem essa carcterística de Garota Country.

De qualquer forma, os organizadores dos eventos sempre recebem de bom grado as sugestões.

COM A FAMILIA EM SÃOPAULO

Prá não ficarmos sem contacto, vamos mostrando o que estamos aprontando aqui em SP.

Ontem um jantar na casa da filha, com os outros avós de minha netinha, que vieram de Salvador.

Também presentes o cunhado, de Juiz de Fora, com a esposa. Eles estiveram no CARNABELI 2011 e gostaram muito. Quando criança ele passava férias em Beli.

Na mesa, o frango caipira de D. Deja (Beli), a linguiça defumada do açougue de Tuti, o ovo caipira de nossa casa.

CLIQUE NAS FOTOS


quarta-feira, 30 de março de 2011

NIVER DA NORINHA

A vinda a SP teve como objetivo o de rever os filhos/genro/nora e a netinha.


Também participar do aniversário da norinha Luise. Aquela baianinha que pintou no CARNABELI como irmã de Ivete Sangalo.

Em baixo ela está discursando na festa. Baiano é artista. Um banquinho, um microfone e ele "tá dentro".
Esteve em Belisário duas vezes. Adora Beli.


Muitos amigos presentes e, curiosamente, a maioria composta de baianos. Eles formam uma "colônia" lá em SP e estão sempre se encontrando.


O ambinete ficou mesmo nordestino quando Felipe decidiu pegar a sua sanfona e animar o ambiente. O cara é fera! Saiu de Salvador para cursar Engenharia no Instituto Tecnológico da Aeronáutica - ITA, uma das melhores escolas do país, onde somente "feras" são aprovados.

Depois de formado optou por trabalhar com consultor do mercado financeiro. Além de tudo isso é um grande músico, com paixão pela sanfona. Toca baião, música erudita, MPB e o que pedirem.

Prometeu que irá se apresentar em Belisário






segunda-feira, 28 de março de 2011

NA FEIRA EM SÃO PAULO



A gente vem da roça e quer logo ver coisas do campo. Como a filha mora perto do CEAGESP, isso passa a ser um bom programa para levar a neta, que nunca foi lá.
Aqui tudo é grande e, dessa forma, para abastecer essa mega cidade a sua central de abastecimento também deve ser exageradamente grande.
A feira de varejo funciona em apenas um dos mais de 10 galpões. Tudo muito limpo e organizado.
Produtos de primeira qualidade em açougues, peixarias, laticínio, legumes, verduras, flores ...
Uma atração nas feiras paulistanas são os pasteis e sanduíches e as frutas diversas, de muitas partes do país. Muitas a gente nunca ouviu falar.
Dê uma clicada nas fotos










Olhe a vista da janela do apartamento


domingo, 27 de março de 2011

DE BELISÁRIO PARA SÃO PAULO

No caminho de São Paulo o melhor é dar uma parada num lugar que guarda boas semelhanças com a nossa região de Belisário. Alto de serra, belas paisagens naturais, muita água... Estamos falando de Visconde de Mauá-RJ, Maringá, Maromba …. Ela está entre as mais belas e bem estruturadas regiões turísicas do Brasil.

Pela Via Dutra a gente entra em Penedo, no Estado do Rio, já perto do Estado de São Paulo. Penedo também é um charme de região, colonizada por finlandeses. São cerca de 30 km subindo a Serra da Mantigueira

Em Mauá já se percebe a boa estrutura oferecida ao turista


Já chegamos de tardinha. Encarar uma truta no jantar é a melhor opção. No final, fazendo amigos. Aderson e Sandra, de Niterói

Como da outra vez que estivemos lá, preferimos subir um pouco mais e hospedarmos em Maringá. São dezenas de hoteis e pousadas.

Veja as duas fotos tiradas de cima da ponte, de um mesmo lugar. De um lado do rio fica Maringá-MG, do outro Maringá RJ. O primeiro é distrito de Bocaina-MG e o segundo de Resendo-RJ. Aliás, muitos locais de turismo que conhecemos são distritos e não cidades.

O comércio é um charme. Também os hoteis e os restaurantes. Alguns não hospedam cachorros e nem mesmo crianças. Ficamos no Mont Serrat. Muito bom e aceitou nossa cadela Brenda. Dê uma olhada no café da manhã.
Na região há muitas opções de lazer, com cavalos, charretes, arvorismo ...











O prato típico é comida mineira ou trutas, servidas das mais diversas formas. Para quem não sabe, Tuti está criando trutas no seu sítio, em Belisário. Em breve também poderemos oferecer esse peixe chique para os nossos visitantes. Veja um dos trutários, com uma boa estrutura de lazer.

No dia seguinte, após o almoço, descemos a serra para irmos para SP. São 3 horas de viagem, por ser sábado e o trânsito na capital está bom

A BELEZA DE NOSSAS MATAS




Os amigos nos ajudam a fazer esse blog. Dessa vez foi Éder que me advertiu para a importância de fazer uma matéria retratando a beleza das árvores nessa época da quaresma.

De fato, o verde com o amarelo e o lilás, das "quaresmeiras" e o cinza claro das embaúbas fazem um belo painel natural.

Isso pode ser visto na região da Fazenda Beleti e na descida da serra, próximo a Itamuri, por exemplo.

Tiramos as fotos quando saíamos de Beli para São Paulo, onde estamos. Vamos começar uma série de EMSAOPAULO. Nesse perído, TÔ FORA MAS TÔ DENTRO. Se alguma fofoca boa acontecer no distrito, mandem para mim que eu blogo.

CRITÉRIOS PARA ESCOLHA DA RAINHA DA CAVALGADA

Nos concursos de amazonas, rainhas de cavalgadas e concurso de marcha é obrigatório que os apresentadores estejam montados em animais de marcha. Essa é uma regra, mas nao significa que a marcha do animal será avaliada, ou seja, a qualidade do animal não importa, porém a escolha de um bom cavalo é fundamental para o desempenho da amazonas ou rainha, pois o" conjunto da obra" também é avaliado. E já dizia meu avô: "O bom cavaleiro começa pela escolha do bom cavalo".

Basicamente avaliamos nesses concursos a intimidade do cavaleiro com o assunto (é como mandar o jogador de futebol fazer embaixadinhas), onde observamos a naturalidade do acento, a postura das pernas e calcanhares, a postura de tronco, cabeça e braços, as empunhaduras de rédea, o domínio do cavaleiro e a exigência com sua montaria, e sua manutenção em rítmo adequado a marcha, etc. Logicamente, por se tratar de uma "prova" simples ao nos depararmos com bons apresentadores podemos aumentar a exigência, pois não conhecemos um bom equitador só pela postura, pois existem cavaleiros muito elegantes mas se exigir um pouco... a elegância vira nada!
Como disse,existem varios requisitos a serem avaliados.

1- Postura: A boa postura a cavalo é indispensável para que o cavaleiro / amazona possa obter do animal o máximo de performance, com equilíbrio e leveza do conjunto. Assentado próximo ao cepilho (parte anterior do assento da sela) deve-se manter o corpo na mesma vertical na qual se encontra o ponto de equilíbrio do cavalo, com o olhar sempre buscando o horizonte. Também é importante que se mantenha o peito projetado ligeiramente para frente, e os ombros para trás, assumindo, desta forma, uma postura equilibrada e elegante.

2- Empunhadura das rédeas: Ao empunhar as rédeas, os braços devem descer numa vertical paralela ao tronco, sempre colados a este. Os cotovelos, semiflexionados, devem estar sempre prontos para amortecer impactos vindos do antebraço, através de sua articulação. O antebraço por sua vez, deverá se encontrar formando um ângulo de aproximadamente cem graus com o braço, de tal forma que as mãos se mantenham logo adiante da cernelha, próximo da crineira, pois desta forma elas nunca estarão altas.

3 – Qualidade de Assento: É muito importante que o cavaleiro / amazona permaneça estável sobre a sela para não prejudicar o equilíbrio e a liberdade de movimento do conjunto. O quadril é o ponto crucial na manutenção de um bom assento e no amortecimento de atritos. Sempre colado à sela, teve ter suas articulações com a coluna bem flexível, para o bom desempenho desta função.

4 – Descida de Pernas: As coxas devem descer naturalmente aderidas à sela. Os joelhos, semiflexionados, devem manter contato com a mesma, sem se tornarem, no entanto, ponto de apoio. As pernas, que desempenham importante função na equitação, deverão descer na vertical, bem alongadas, estando a panturrilha sempre colada ao costado do animal.

5 – Forma de Estribar: Ao calçar os estribos, os pés deverão ser mantidos com a ponta para frente e ligeiramente acima do calcanhar. Este posicionamento é importante para que as articulações do tornozelo possam auxiliar no amortecimento de atritos.

6 – Contato e Apoio: A promoção de uma correta relação entre contato e apoio durante o decorrer da prova, exige uma ação mútua entre o condutor(a) e sua montaria, sendo indispensável ao conjunto para que este consiga atingir um desempenho satisfatório.

ü O contato é a comunicação exercida entre as mãos do cavaleiro e a boca do cavalo, promovida pelo cavaleiro a partir do correto ajuste das rédeas.

ü O apoio é a pressão exercida pelo cavalo às rédeas devidamente ajustadas pelo cavaleiro. O cavaleiro deve ser consciente de que se as rédeas penderem frouxas, a embocadura não se ajusta na boca do animal e as ações de suas mãos poderão gerar traumatismos.

7- Naturalidade: É indispensável que o participante se porte com naturalidade sobre a sela ao promover a manutenção correta de sua postura, atuando de forma flexível, harmoniosa e em completa sincronia com a dinâmica de sua montaria.

8 – Desempenho do Conjunto: Finalizando nossa avaliação, passamos a observar a qualidade da apresentação do animal, reflexo direto da condução imposta por seu condutor(a). Para tanto, o mesmo deverá apresentar-se bem “impulsionado”, com “regularidade” no seu ritmo de prova, em “atitude” correta demonstrando estar na “mão” do seu apresentador(a), respondendo aos comandos com expressão de “descontração”.

*Acessórios : Todo cavaleiro tem seus acessório de montada,sendo eles indispensáveis para uma perfeita montaria, Chapéu ou boné,Calça Jeans,bota com aba ou botina com perneira,Cinto com ou sem fivela,Camisa de preferência finalizada dentro da calça, tala,chicote ou vara,Espora ou cutucadeira(não pode forma alguma sangrar o animal).

* Elegância e simpatia :Um rainha de cavalgada deve manter todos esses critérios e demonstrar elegância ao montar, demonstrando simpatia e carisma a sua comunidade.


Desejo a todas participantes uma excelente prova, e que todas estejam a vontade para perguntar os arbitros qualquer dúvida.

Informações fornecidas por árbitros de concurso e marcha(amazonas) e profissionais atuantes e participantes em concurso do mesmo.

Informações cedidas pelo Centro de Treinamento de Equestres.

Mário Alino Barduni Borges

E acrescentado algumas informações por mim.

Túllio Oliveira


quinta-feira, 24 de março de 2011

XII CAVALGADA DE BELISÁRIO

  • Como já comunicamos, a Comissão Organizadora não fará camisas este ano. Mesmo assim, "TÃO" está encomendadndo para o seu grupo e aceita incluir os que quiserem. O prazo é curto. Ligue para 3711 1045 e encomende a sua.
  • A eleição da rainha acontecerá dia 3 de abril
  • Rainhas de anos anteriores poderão concorrer novamente.
  • A idade mínima das candidatas é de 15 anos.
  • Inscrições no GAB, com Dayse, na Escola Estadual ou com Estela, que está coordenando este segmento do evento.
A Cavalgada acontecerá dia 1º de maio.

PARTICIPE !!!

(foto de candidatas de 2010)