segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

PROFESSORA DA UFJF VISITA BELISÁRIO

Miriane Frossard, doutoranda e professora do Curso de Turismo da Universidade Federal de Juiz de Fora, visitou Belisário e ficou impressionada com o potencial turístico da região.

Embora a visita tenha sido rápida, apenas passando de retorno da praia, ela pode admirar a beleza natural da Serra do Brigadeiro, do Pico do Itajuru e da Cachoeira do Naor (FOTO). Quer voltar logo.

Miriane reforça que o desenvolvimento turístico é algo a ser perseguido por todos, sem ficar esperando exclusivamente pelo poder público.

“As pessoas precisam abrir o seu patrimônio para o uso turístico, hospedando, fornecendo refeições, abrindo à visitação publica a sua produção artesanal de madeira, palha de café, couro, bordado, mel, horta orgânica, etc, ”

Lembra que há que se ter uma infraestrutura básica. O turista exige um mínimo. Também devem ser mantidas as características locais, pois esse é o atrativo.


Ela é sobrinha de minha esposa Mirian e trineta de Sebastião Gonçalves Martins, um dos fundadores de belisário, e que dá nome à nossa praça.

domingo, 30 de janeiro de 2011

ÁGUA, O NOSSO PETRÓLEO

Se recebêssemos em Minas Gerais royalties pela água que fornecemos a outros estados brasileiros, certamente que a nossa região de Belisário apresentaria um outro quadro econômico.

São muitas as nascentes que aqui formam riachos e descem a serra na direção do Rio Glória e depois para Campos-RJ, para chegar no Rio Paraíba do Sul e no Oceano Atlântico.

Proteger isso é nossa responsabilidade. Nesse sentido, a bela bica que jorra durante o ano inteiro, próximo à Cachoeira do Naor, foi alvo de um projeto lançado pelo Professor e ambientalista Renato Sigiliano, que teve o apoio do IEF, EMATER, GAB e alguns comerciantes de Muriaé, no sentido de ter o seu entorno reflorestado, para mantê-la viva.
Nessa bica as pessoas e animais param para matarem a sua sede


É claro que a ampla aceitação do projeto por parte do casal José Maria e Maria Elza Carneiro, proprietários do sítio, foi preponderante para que o reflorestamento saísse.
Um flash para os promotores e apoiadores principais


Depois do lançamento foi fornecido um almoço no Restaurante do Izalino, patrocinado pelo Grupo de Artesãos de Belisário- GAB. Foi servido frango com taioba, frango com palmito e o tradicional angu mineiro.
Gustavo, Marco Barros, Virgílio... Muita gente boa prestigiando o evento

PARABÉNS RENATO! SE ESSA MODA TIVER APOIO VAI PEGAR!!!

sábado, 29 de janeiro de 2011

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

SEGURANÇA EM BELISÁRIO

Pela sua importância tomo a liberdade de dar um destaque a um comentário feito aqui no blog.

De fato é um problema sério, que pode vir a comprometer esse belo lugar:

“A falta de policiamento em Belisário está trazendo vários problemas como, menores dirigindo em alta velocidade, adolescentes embriagados e aprontando nas ruas, brincadeira de cavalinho de pau, que é um perigo constante e também aumento de drogas. Este lugarzinho que todos nós amamos agora está sem segurança e é uma preocupação constante para quem mora neste distrito ou tem família residindo no local.

Acorda povo de Belisário e exija seus direitos!!!

Abraço!!!”

ARTESANATO IV

Ainda no direção do Pico do Itajuru a gente descobre mais artesanato. Segundo MIDIÃ MOISÉS, de 20 anos, que aparece na foto e é residente na Fazenda Pedra Alta, também comunidade belisarense, são cerca de 30 mulheres que se dedicam, principalmente, a arte do bordado e pinturas em colchas, toalhas, conjunto de cozinha e banho, além de crochê.

Certamente que o folder e o catálogo que estão sendo preparados pelas ONGs CEPEC e IRACAMBI estarão reproduzindo isso, para melhor divulgação do turismo na região do Pico

São trabalhos dignos, que fixam o povo na sua terra, contribuindo para o aumento da renda familiar.
CLIQUE NA FOTO



segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ARTESANATO III

Andando pela região rural de Belisário com Zezinho a gente vai descobrindo coisas. Estávamos fotografando os nossos artesãos, na região do Pico do Itajuru, e paramos para conhecer o alambique de produção artesanal de pinga do casal VICENTE CECÍLIO e ADI MARIA DE SOUZA, Sítio da Amizade, na Comunidade de Pedra Alta.

O casal participou de curso promovido pelo Sindicato Rural, passando a produzir uma média de 50 litros por dia, entregando a sua produção na região de Muriaé.


Ambos também fizeram curso de Receptivo de Turismo Rural, promovido pelo SENAR e sonham com a possibilidade de crescimento de visitas turísticas em sua região, para verem aumentada a renda da família.

Sobre esta e outras propriedades que estão se abrindo para o turismo na região do Pico do Itajuru, cabe o destaque feito pelo Turismólogo Gustavo Toledo de que ao todo são 11 sítios e estes receberão já em fevereiro placas turísticas personalizadas e ainda que as ONGs CEPEC e IRACAMBI estão produzindo folders e um catálogo sobre o Núcleo de Turismo do Itajurú

ARTESANATO II

Falando em artesanato em Belisário a gente se lembra logo de Antônio Moreira. Quem por aqui chega, obrigatoriamente dá uma passada por lá. Tem muita coisa bonita. O cara é um artista, assessorado pela esposa Leila, que também tem muito bom gosto.
Há muita coisa no mesmo padrão de Tiradentes, a capital do artesanato em Minas.
Outra fato interessante é o desprendimento de Moreira em formar artesãos. A garotada começa cedo com ele aprendendo a arte em madeira. Já temos exemplos de profissionais tarimbados que começaram pelo seu atelier.


domingo, 23 de janeiro de 2011

MAIS PARCERIA PARA A DIVULGAÇÃO DA SERRA DO BRIGADEIRO

A Associação dos Condutores Ambientais Serra dos Arrepiados foi criada em dezembro de 2010 com o objetivo de disponibilizar aos visitantes da Serra do Brigadeiro um serviço diferenciado e profissional de condução aos atrativos locais, além de apoiar a cultura, o uso responsável dos recursos naturais e o fortalecimento da agricultura local, dentre outros.

Serra dos Arrepiados seria o nome original da Serra do Brigadeiro, em virtude de no passado terem habitado na região, a etnia dos índios Puris, também conhecidos como “Arrepidaos” em virtude dos seus irreconhecíveis cabelos em pé.

A ONG é formada pelos condutores cadastrados e demais colaboradores diretos e indiretos. Possui sede administrativa provisória na rua Luiz Toledo Ribas (rua do grupo) n° 54, Distrito de Bom Jesus do Madeira, Fervedouro – MG. Em curto prazo, existe o intuito de se criar 02 sub-sedes na região, ou seja, uma em Belisário e outra em Araponga.

Os Condutores Ambientais possuirão um cadastro, o qual ficará arquivado na sede do grupo. Na sede administrativa do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro – PESB, também possuirá um cadastro em seu arquivo, uma vez que os condutores estarão autorizados a atuar dentro da área do parque. Dentro das possibilidades os gestores locais dos Núcleos de Turismo de Base Comunitária da Serra do Brigadeiro (Itajurú, Galdinos, Boné, Pedra Redonda e São Joaquim); os departamentos de turismo das prefeituras da região; e as agências receptivas de turismo possuirão uma cópia atualizada destes cadastros, com o intuito de facilitar a contratação de serviços dos condutores credenciados.

Os condutores em atividade deverão estar adequadamente vestidos e portando equipamentos básicos: mochila, canivete, lanterna, cantil, sacola de lixo, telefone celular e kit de primeiros socorros etc.

A Associação dos Condutores Ambientais Serra dos Arrepiados tem como objetivos:

• Recepcionar os turistas/visitantes e conduzi-los aos atrativos naturais e histórico-culturais disponíveis na região, tais como: a Serra do Brigadeiro, as trilhas, as cachoeiras, os sítios inseridos nos Núcleos de Turismo de Base Comunitária, dentre outros;
• Elaboração e comercialização de roteiros turísticos regionais;
• Promoção de eventos socioculturais;
• Sensibilizar o público em geral à conservação da natureza e ao desenvolvimento responsável, em busca do aprofundamento de conhecimentos e vivências sobre temas voltados para o meio-ambiente e a cultura regional.

As caminhadas nas trilhas localizadas dentro do Parque Estadual Serra do Brigadeiro serão previamente agendadas com a sua gerência, para controle do grupo de condutores e da unidade de conservação. Entretanto, as visitas ao complexo da sede, em sua maioria, não necessitará de agendamento prévio, uma vez que esta região dispõe de pessoal, centro de visitantes e demais estruturas de apoio (salvo quando exceder a capacidade de carga do referido setor).

O agendamento das visitações à unidade será efetuado assim que houver a confirmação pelos visitantes e caberá ao grupo informar:* Horário de chegada e saída; * Número de visitantes; * Nome do condutor; * Atrativo pretendido; e, * Comunicar a sede do Grupo de Condutores e ao PESB o início e término das atividades.

O Grupo de Condutores se prontificará como colaborador da Unidade de Conservação, disponibilizando-se no auxílio da brigada de combate a incêndios, educação ambiental, desenvolvimento de trabalhos ligados às comunidades e demais atividades co-relacionadas previstas no plano de manejo do PESB.

Lembrando aos amantes de Belisário, que o Pico do Itajurú faz parte do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, dessa maneira, é sempre bom ficar atento com as normas e regulamento de visitação neste atrativo natural tão procurado! Se informe melhor junto ao nosso amigo Zezinho e demais condutores credenciados!

Para maiores informações visite o site oficial dos condutores:
http://serradosarrepiados.webnode.com.br/

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

JOÃO RITA:UM MESTRE NA ÁREA DO COURO

Na lista dos talentos de Belisário figura o artesão João Rita, especialista na arte de trançagem em couro para a fabricação de chicotes, cabrestos, talas, laços e todos os apetrechos necessários à operação com animais na vida rural.

Esse seu trabalho tem também um caráter ecológico pois recicla dezenas de couros de boi que assim deixam de ser jogados indevidamente na natureza, geralmente dentro do rio.

João Rita acaba de receber uma encomenda de 1000 “tranças de reio”.

Ele começou trabalhando como açougueiro passando a se dedicar ao manejo apenas com o couro. Na Comunidade de Pedra Alta Já ministrou curso de “Produção de Vassouras de Cipó”.

Além de artesão, João Rita trabalha na EE Pedro Vicente de Freitas, na área de manutenção.

(José Percínio da Silva)


CLIQUE NAS FOTOS




PROTEÇÃO DE NASCENTE: UM GRANDE PROJETO

O Presidente do GAB – Grupo de Artesãos de Belisário, jornalista Renato Sigiliano, professor da Faminas e também ambientalista, abraçou uma causa nobre: o plantio de árvores visando conservar uma nascente existente na propriedade rural do Sr. José Carneiro, em Belisário, com a ajuda de empresas de Muriaé.

Essa nascente produz uma “bica d”água” que serve aos sedentos que passam pela estrada, na direção do Pico do Itajuru.

Renato conta que a idéia de conservar a nascente surgiu há cerca de três meses, quando foi um dos cicerones de cinco representantes de clubes de caminhantes de Belo Horizonte. Eles vieram à região do Parque do Brigadeiro fazer o reconhecimento e mapear trilhas de caminhada para o ecoturismo. Próximo à Cachoeira do Nahor, na beira da estrada no entorno do Pico do Itajuru, eles pararam para beber água na bica. Naquele instante ele viu a urgência de conservar a nascente através do plantio de árvores, a área começa sofrer erosão.
Essa realização será possível graças às parcerias que firmadas, com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), através do engenheiro florestal Fernando Reiff; a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), através do engenheiro agrônomo Francisco Ofeni ; o Sindicato Rural de Muriaé, através do seu presidente, Manoel Carvalho; a Polícia Militar do Meio Ambiente, através do Sargento Barros; e o Grupo de Artesãos de Belisário (GAB.

Um plantio simbólico será realizado na manhã de 23 de janeiro, domingo. A cerimônia será seguida de um almoço para 40 convidados.

O projeto já conta com o apoio das seguintes empresas:

- Oficina do Cesar, José Márcio – Imobiliária, Maracanã Autopeças, Escola São Paulo, Prontocor, Confecções Veggi, Big Motos – Yamaha, Grupo São Geraldo (empresa a definir) e Karlo’s Papelaria.

Apoio de mídia:

- TV Atividade, Rádio Muriaé, Gazeta de Muriaé, SBM – Mídia exterior e impressão digital, e Silvan Alves.

CLIQUE NAS FOTOS



terça-feira, 18 de janeiro de 2011

REUNIÃO DO GAIA EM BELISÁRIO

Aconteceu hoje, terça-feira a primeira reunião entre equipe do GAIA e representantes de comunidade belisarense.

“O Grupo de Aplicação Interdisciplinar à Aprendizagem - GAIA, atuante em todo o território nacional e sediado em Campinas (SP), foi fundado em 1990, é uma sociedade civil de direito privado sem fins lucrativos, constituído por uma equipe multidisciplinar de 24 sócios e diversos consultores.

O GAIA, através dos trabalhos desenvolvidos, busca promover a educação e a articulação de pessoas e instituições para a inclusão social, a conservação ambiental e a redução de riscos industriais contribuindo para uma sociedade sustentável.” - www.gaiasocial.org.br”.

A reunião contou com a presença de cerca de 50 participantes muitos deles da zona rural, principalmente da Comunidade de Pedra Alta. Ela teve o objetivo de apresentar aos presentes o projeto Ecos da Mata, do GAIA, uma ONG, que pretende auxiliar ações de desenvolvimento do turismo rural no entorno da Serra do Brigadeiro.

O evento aconteceu nas dependências do Grupo de Artesãos de Belisário - GAB, entidade que também o promoveu, tendo sido aberto pelo seu vice-presidente Cléber de Oliveira Paradela (FOTO ABAIXO)


Também presentes representantes de diversas entidades ligadas ao turismo e meio ambiente na região: EMATER, Polícia Militar, COMTUR- Muriaé, ABRIGA, Secretaria Municipal de Desenvolv. Social, da Agricultura, FUNDARTE, mestrandos de Viçosa, artesãos etc.

Como o GAIA é parceiro da mineradora CBA, grande parte da reunião foi tomada por fortes questionamentos quanto ao trabalho de degradação que sempre acontece com a retirada do minério, com graves prejuízos ambientais.

No decorrer da reunião ficou acertado que o GAIA apresentaria o seu projeto, mas que a CBA viria a Belisário para prestar melhores esclarecimentos sobre o seu trabalho na região. Sobre isso haverá uma reunião somente entre pessoas interessadas no tema, para juntos montarem um documento a ser apresentado à CBA, apontando todas as indagações e temores da comunidade, que servirá de pauta para a reunião com a mineradora.




domingo, 16 de janeiro de 2011

VOCÊ CONHECE ESSA CACHOEIRA ?

Em dezembro João me pediu uma foto da Cachoeira de D. Nelzira, para colocar no site da FUNDARTE Muriaé.

Tive de confessar a minha ignorância. Não sabia de sua existência. Nesses casos, recorro ao meu assessor para assuntos ambientais, o Prof. José Álvaro Percínio.

Ele não só me informou de sua existência como levou Renato Sigiliano para conhecê-la e fotografá-la.

Somente hoje, um belo dia de domingo, com muito sol, pude ir lá e fiquei muito bem impressionado. Os parentes de Juiz de Fora adoraram.

No caminho, passando pela Fazenda do Pedrão pude fotografar seu filho “lavando a égua”, no sentido literal da palavra.

Quanto à cachoeira, nessa época ela é perigosa, pois é tempo de enchente. Para prática de esporte radical de canoagem, não tem nada melhor. Quando as águas baixarem, certamente que será um ótimo lugar para um banho.

O convite continua. Aqui o tempo está muito bom. Venha passar suas férias conosco, em Belisário.




sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

BELISÁRIO RECEBE VISITAS NAS FÉRIAS

Quem passa pelas ruas de Beli, nessa época, percebe caras diferentes. São belisarenses que daqui saíram, em busca de trabalho, estudo ou outro interesse, e que retornam para passar férias com a família e/ou rever amigos.

É bom lembrar que as chuvas não estão tão fortes como em outras regiões de Minas, e assim a estrada está boa. Já estiveram muito ruins, na direção da zona rural, comprometendo, inclusive, o transporte do leite retirado. O nosso vereador já deu uma boa melhorada.

Um exemplo é o belisarense Heber de Souza Lima, sua esposa Herondina e a mãe, minha tia Íris. Ele é engenheiro da Prefeitura de Juiz de Fora, onde trabalha na área de planejamento urbano. Heber nasceu no sítio hoje do Café Toko, na saída para Limeira.

Sua chegada foi comemorada com um fondue de filé na pedra. Não conhecia essa forma, muito mais saudável do que a forma tradicional, já que não utiliza a fritura em óleo.

Venha você também passar suas férias em Belisário

Reservas de pousada – coparadela@gmail.com – 3711 1063 / 3711 1044


FORMATURA DE DÉBORAH

Com muita alegria recebemos o convite para a formatura de Déborah Guarçoni Costa, no curso de Enfermagem da UFV.
Legal! Os três filhos de Nei Costa/Gracinha concluiram o terceiro gráu num espaço de seis meses.
As solenidades começaram dia 11 de janeiro, com plantio de árvores pelos formandos. A sessão solene de colação de gráu aconteceu ontem, dia 13, no Cerimonial Parthenon, em Viçosa.
A festa se estende até o dia 15.
Parabéns Déborah e família ! Muito sucesso na bela carreira abraçada!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

APARÊNCIAS

Malcolm Forbes conta que uma senhora, usando um vestido de algodão já desbotado, e seu marido trajando um velho terno feito à mão, desceram do trem em Boston, EUA, e se dirigiram timidamente ao escritório do presidente da Universidade Harvard. Eles vinham de Palo Alto, Califórnia e não haviam marcado entrevista.

A secretária, num relance, achou que aqueles dois com aparência de caipiras do interior, nada tinham a fazer em Harvard.
- Queremos falar com o presidente - disse o homem em voz baixa.
- Ele vai estar ocupado o dia todo - respondeu rispidamente a secretária.
- Nós vamos esperar.
A secretária os ignorou por horas a fio, esperando que o casal finalmente desistisse e fosse embora. Mas eles ficaram ali, e a secretária, um tanto frustrada, decidiu incomodar o presidente, embora detestasse fazer isso.
- Se o senhor falar com eles apenas por alguns minutos, talvez resolvam ir embora - disse ela.
O presidente suspirou com irritação, mas concordou. Alguém da sua importância não tinha tempo para atender gente desse tipo, mas ele detestava vestidos desbotados e ternos puídos em seu escritório.
Com o rosto fechado, ele foi até o casal.
- Tivemos um filho que estudou em Harvard durante um ano - disse a mulher. Ele amava Harvard e foi muito feliz aqui, mas, um ano atrás ele morreu num acidente e gostaríamos de erigir um monumento em honra a ele em algum lugar do campus.
- Minha senhora - disse rudemente o presidente - não podemos erigir uma estátua para cada pessoa que estudou em Harvard e morreu, se o fizéssemos, este lugar pareceria um cemitério.
- Oh, não - respondeu rapidamente a senhora. Não queremos erigir uma estátua. Gostaríamos de doar um edifício à Harvard.

O presidente olhou para o vestido desbotado da mulher e para o velho terno do marido, e exclamou:

- Um edifício! Os senhores têm sequer uma pálida ideia de quanto custa um edifício? Temos mais de sete milhões e meio de dólares em prédios aqui em Harvard.
A senhora ficou em silêncio por um momento, e então disse ao marido:
- Se é só isso que custa para fundar uma universidade, por que não termos a nossa própria?

O marido concordou.
O casal Leland Stanford levantou-se e saiu, deixando o presidente confuso.
Viajando de volta para Palo Alto, na Califórnia, eles estabeleceram ali a Universidade Stanford, em homenagem a seu filho, ex-aluno da Harvard.

"A única instituição que se confunde com o Homem, é seu caráter!" Por isso não generalize, nem emita pareceres e conceitos precipitados sem conhecer toda a verdade, mas acima de tudo, jamais confunda um homem com a Instituição que ele pretende representar, ainda que ele considere esta possibilidade."

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

QUANTOS SOMOS ?

Recebemos de Alexson os seguintes dados, resultado do último censo realizado em 2010.
Fiquei surpreso em constatar que Muriaé, com 100.861 habitantes, é a vigésima oitava cidade de Minas, em termos de população, ficando atrás de Ubá, com 101.466. Em termos de arrecadação já sabia que havia sido ultrapassada

Habitantes
BELISÁRIO - Setor Urbano 1.024
BELISÁRIO - Setor rural 1.291
BELISÁRIO - Total BELI 2.315
VERMELHO 2.548
BOA FAMÍLIA 2.416
PIRAPANEMA 1.406
ITAMURI 1.756
BOM JESUS 1.354

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Foi sensacional o encerramento do Campeonato de Integração de Belisário.
Muito bem preparado, o campo estava muito cheio. Certamente que foi recorde de público em relação aos últimos anos. Muita gente preferiu ficar nos bares próximos ou na rua.



Com toda a pompa própria de uma grande decisão os times entraram em campo com a sua bandeira e se perfilaram para cantar o Hino Nacional Brasileiro.





Albino, técnico da equipe do Serrote dá entrevista antes da partida. O serviço de som comentava a todo o tempo os lances da festa e da partida. Do outro lado tudo era filmado por Vicente Balbino. Por 10,00 você adquire o CD.
No intervalo da partida mais um espetáculo. Dois grupos de dança da Escola Estadual Pedro Vicente de Freitas se apresentaram. Infelizmente perdemos a foto do grupo de Amandinha, Maíra e Rita. Foram todas muito aplaudidas
Ao final a premiação. O Mercadinho do Paulino ofereceu o troféu para o time mais disciplinado para a Comunidade da Amizade. O Juiz de Paz fez a entrega para o jogador Edinho e para o técnico da equipe.Aloísio foi o melhor goleiro. Recebeu o troféu das mãos do Diretor da Escola Estadual, Prof. Daniel. Aloísio também foi homenageado pela sua dedicação nos preparativos do campo. Excelente garoto!
O troféu de artilheiro foi para Joécio, do time do Serrote. Fez 8 gols. Élcio, presidente do time de Pedra Alta fez a entrega
Como o placar ficou em 4 x 0 para o Juventus, o time do Serrote ficou com a taça de vice, que foi entregue pelo jogador do Juventus e dedicado diretor da nossa ONG, Pavão. O técnico do Serrote, de camisa verde, recebeu a taça.
Após um pronunciamento, o nosso Vereador Vandim, grande líder de Belisário, fez a entrega da taça de campeão para o Juventus. Rafael, capitão da equipe foi quem a recebeu.
Ainda fizemos a despedida dos dois craques Romário e Edmilson. Eles estão indo fazer teste no Vasco, no Rio de Janeiro. Belete foi o grande responsável por essa ida, com a colaboração de Bráulio. Recebem a bênção dos presentes. Vão com Deus, meus filhos!

Para finalizar um concorrido bingo. Afinal, alguém tem de pagar a conta.

À noite foi uma festa só, nas imediações do campo. A garotada que colaborou com a organização do campeonato foi homenageada com frango assado, do Robertinho, com guaraná. Robertinho é também um grande apoiador do que aqui acontece.

Parabéns para todos nós organizadores do evento. Valeu a pena Braulinho e Mercadinho do Paulino!

Caramba! Que domingo !!!

BELISÁRIO É ISSO. VENHA PASSAR AQUI AS SUAS FÉRIAS. TEMOS BOA HOSPEDAGEM PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA.

Cléber de oliveira Paradela
coparadela@gmail.com